segunda, 07 de outubro de 2019 - 12:44h
Defesa dos candidatos ao Banco de Facilitadores da EAP encerra nesta quarta-feira
Assessor dos mais renomados do Tribunal Regional Eleitoral do Amapá (TRE-AP) José Seixas de Oliveira se habilita ao Banco de Facilitadores do Amapá na EAP
Por: josé leonardo
Foto: José Leonardo
Assessor do Tribunal Regional Eleitoral (TRE-AP) José Seixas de Oliveira defende temática sobre Condutas Vedadas ao Agente Público nas Eleições

    A Escola de Administração Pública do Amapá-EAP encerra a 3º Etapa que consta do exame de qualificação Habilidades Técnicas para os mais de setenta candidatos que foram aprovados na segunda fase do Processo Seletivo para ingresso na Banco de Facilitadores 2019 da instituição, nesta quarta-feira, dia 09.  

    Segundo o dr. Íder Baptista, assessor jurídico da EAP, a fase deveria ter sido encerrada antes, contudo houve a necessidade de prover o direito dos candidatos que faltaram para a etapa e em virtude de falha, por parte de oscilações na internet, ficando os candidatos aprovados na segunda etapa prejudicados por problema de publicidade na convocação. “A EAP oportunizou aos faltantes, nova data de exames, o que deverá encerrar na quarta-feira vindoura. Ressaltou.

    Para José Seixas, o assessor do Tribunal Eleitoral do Amapá (TRE) que defendeu o tema “Condutas Vedadas ao Servidor Público”, essa é mais uma oportunidade que o Estado oportuniza para as pessoas que desejam participar de política de modernização do servidor público”. Definiu.

    Nesta fase, segundo informou a presidente do Exame de Facilitadores, senhora Estrela Veg, ocorre a prova em sala de aula com três examinadores, que avaliam mediante seis critérios as habilidades do candidato: Argumentação, Objetividade e Clareza, Visão Sistêmica, Didática, Domínio e Segurança; além de utilização dos recursos áudio-visuais.

    A última etapa consiste na Capacitação dos aprovados Curso de Facilitadores que será ministrado por um mestre ou doutor do Banco de Facilitadores da EAP credenciado. “ Esta etapa é decisória, já que o candidato é obrigado a participar, pois pode ser eliminado, caso não tenha a justificativa do certificado desse curso para esta fase.  

   A Formação do Banco de Facilitadores pela EAP para ministrar cursos para os servidores do Estado do Amapá, é um dos requisitos legais de aplicação dos recursos para esse fim, definiu a presidente do Concurso.

ANEXOS
NOME DO ARQUIVO
Baixar
NEWSLETTER

Receba nossas notícias em seu e-mail ou celular.

EAP - Escola de Administração Pública do Amapá
Rua Amazonas, 20 - Centro, Macapá/AP - (96) 3312-1950 - contato@eap.ap.gov.br
Site desenvolvido e hospedado pelo PRODAP - Centro de Gestão da Tecnologia da Informação
2017 - 2019 Licença Creative Commons 3.0 International
Amapá